Programa de DAE de acesso publico

Por ano, morrem mais de 700 000 adultos na Europa, vitimas de doença cardiovascular, fazendo desta a primeira causa de morte no mundo Ocidental. Destes, pelo menos 40% morrem de morte súbita cardíaca, antes de chegarem ao hospital.

Na impossibilidade de ter um médico em cada local, muitas vidas podem ser salvas se as pessoas em redor ligarem 112, e se devidamente formados/treinados, iniciarem suporte básico de vida (SBV) e providenciarem desfibrilhação automática externa (DAE) em poucos minutos.
O objectivo de um Programa de DAE é melhorar a taxa de sobrevivência de pessoas que sofram morte súbita cardíaca. Programas de DAE eficientes administram o choque à vítima entre 3 a 5 minutos após o colapso.

O Decreto-Lei 188/2009 de 12 de Agosto vem regular a utilização de Desfibrilhadores Automáticos Externos (DAE) em locais públicos por leigos.

Desfibrilhador automático externo é o dispositivo capaz de identificar automaticamente ritmos cardíacos desfibrilháveis, de emitir comandos sonoros dando conta dos resultados da análise do ritmo, de alertar para as condições de segurança e de assinalar os passos do algoritmo a seguir, de produzir descarga elétrica automaticamente ou sob comando de um operador externo, de acordo com energias pré-definidas, e de gravar em forma de dados o registo eletrocardiográfico de uma ocorrência para posterior auditoria.

Neste sentido o Dec.Lei 188/2009 determina no nº 1 e 2 do Artº 3º que:

§   1 - A prática de atos de DAE por operacionais não médicos, em ambiente extra-hospitalar, só é permitida sob supervisão médica e nos termos do presente decreto-lei.

§   2 - Os atos de DAE estão obrigatoriamente inseridos em programas de DAE e integrados no modelo de organização da cadeia de sobrevivência previsto para a respetiva área territorial.

No cumprimento da lei a Helpcare propõem-se a fornece o serviço de controlo de utilização do desfibrilhador automática externa, no âmbito do programa a criar assegurando os seguintes serviços:

a) Assegurar o cumprimento, por parte da entidade licenciada e pelos respetivos operacionais de DAE, designadamente no que respeita às normas de registo de utilização e garantia da cadeia de sobrevivência;

b) Exercer autoridade técnica sobre os operacionais de DAE;

c) Recomendar a renovação da formação dos operacionais de DAE habilitados, bem como a certificação de novos operacionais;

d) Revogar a delegação para a prática de atos de DAE, quando entenda que o operacional delegado deixou de reunir as condições para tal necessárias;

e) Avaliar cada ato de DAE, mediante a verificação da documentação relativa a cada situação de paragem cardiorrespiratória, nomeadamente os registos escritos e os do equipamento de DAE.

Assim, Helpcare fornece o serviço do controlo e delegação médica em conformidade com a legislação em vigor.

O Programa de controlo da utilização de DAE da Helpcare consiste em:

  • Integração no programa da HELPCARE com registo do equipamento e utilizadores junto do INEM;
  • Receção e análise dos relatórios e registo do DAE
  • Emissão de relatório caso existe necessidade.

A integração nos programas de DAE da HELPCARE obedece às seguintes condições gerais:

  • Os operacionais terão de ter realizado um curso SBVDAE em escola certificada pelo  INEM, devendo os seus certificados estar dentro da validade, A partir da integração no programa DAE da Helpcare, somente serão aceites os elementos formados pela Helpcare;;
  • Os equipamentos que não são fornecidos pela Helpcare, deverão possuir o algoritmo de utilização em vigor, devendo ser possuidores de software de leitura de dados do DAE, bem como ficha técnica e certificado de conformidade do Infarmed;
  • O detentor do equipamento, é responsável por:
  • Garantir a operacionalidade do equipamento, no que concerne a sua manutenção e substituição de consumíveis como Baterias e eletrodos;
  • Garantir que os operacionais sejam da listagem validada pela Helpcare;
  • Garantir que em caso de utilização os registos e ficheiros de dados do equipamento seja remetido à Helpcare;
  • Garantir a cada seis meses que seja remetido a Helpcare o registo de utilizações;
  • Respeitar as orientações técnicas e recomendações emanadas pela Helpcare.

Programa de controlo de utilização

Neste caso o cliente possui em equipamento DAE sendo que a Helpcare somente assegura o controlo de utilização através dos seus serviços médicos, mantendo-se as condições gerais acima mencionadas.

Este serviço tem o seguinte custo:

  • Pagamento semestral ou anual:

·         *Semestral – 125 € + IVA a taxa legal em vigor

·         *Anual – 250€ + IVA a taxa legal  em vigor

·         Pagamento de 5 anos (período do licenciamento) – 1000€ + IVA

Nota:*Obriga a contratação do serviço pelo período de 5 anos

 

Fornecimento de equipamento

Neste caso a Helpcare fornecerá ao cliente opções de compra do equipamento de DAE, através da rede de parceiros, mantendo-se os custos do programa de DAE mencionados anteriormente.